Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

Espetáculo sobre o autismo faz estreia no Recife nesta terça

Texto premiado do ator e dramaturgo Cleyton Cabral será montado pela primeira vez. Apresentação de estreia acontece às 14h, no Teatro Marco Camarotti

Há 32 dias — Por Portal Tamandaré Web

Propondo reflexões e sensibilização sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), o espetáculo "Hélio, o balão que não consegue voar" faz sua estreia com única apresentação aberta ao público nesta terça-feira (21/05), às 14h, no Teatro Marco Camarotti - Sesc Santo Amaro, compondo a programação do Festival Palco Giratório 2024, realizado pelo Sesc Pernambuco.
Foto: Ricardo Maciel

Propondo reflexões e sensibilização sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), o espetáculo "Hélio, o balão que não consegue voar" faz sua estreia com única apresentação aberta ao público nesta terça-feira (21/05), às 14h, no Teatro Marco Camarotti - Sesc Santo Amaro, compondo a programação do Festival Palco Giratório 2024, realizado pelo Sesc Pernambuco.

O espetáculo de formas animadas conta a história de Hélio, um balão diagnosticado com TEA que mora em uma loja de festas e pertence à rara categoria de balões que não voam. Dois atores e uma atriz em cena manipulam objetos e adereços, e narram com leveza e sensibilidade os desafios de Hélio no convívio social, revelando suas potencialidades para além de voar. Uma história metafórica que faz refletir sobre a aceitação e a inclusão de pessoas com autismo na sociedade.

Com direção de Marcondes Lima, o espetáculo leva aos palcos, pela primeira vez, a dramaturgia original de Cleyton Cabral, vencedora do Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia 2019, na categoria Teatro de Animação. De classificação livre, a obra é feita para todas as idades, buscando conscientizar o público geral sobre a temática.

"Por falta de campanhas de conscientização, muitas famílias não conhecem os sintomas do autismo ou menosprezam seus sinais. Acreditamos que o espetáculo pode abrir diálogo sobre um tema que ainda é tabu na nossa sociedade", comenta Cleyton, ator e dramaturgo, que também integra o elenco do espetáculo junto aos atores Diógenes Lima e Luciana Barbosa.

Após a estreia para o público geral no Festival Palco Giratório, o espetáculo cumpre circuito de apresentações para público fechado no Recife, em Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Camaragibe, entre os dias 22 e 30 de maio. As apresentações acontecem em escolas públicas, em bibliotecas do COMPAZ e na sede da Associação de Família para o Bem-estar e Tratamento de Pessoas com Autismo (AFETO).

A montagem de "Hélio, o balão que não consegue voar" é realizada com incentivo do Funcultura, através da Fundarpe, Secretaria Estadual de Cultura (Secult) e Governo de Pernambuco.

DADOS SOBRE O AUTISMO - Embora não haja estatísticas atualizadas sobre a quantidade de pessoas com autismo no Brasil, pesquisas indicam o aumento dos diagnósticos de TEA ao longo dos anos. Em 2010, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que o Brasil teria mais de 2 milhões de pessoas com TEA, público este que apresenta dificuldades de interação social e está mais vulnerável a doenças crônicas se não tiverem acompanhamento médico adequado.

Em 2023, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos estimou naquele ano que, a cada 36 crianças norte-americanas de até 8 anos, 1 seria autista. Já aqui no Brasil, o Censo de Educação Básica 2023, divulgado em abril passado, apontou que o Brasil registrou um aumento de 50% no número de crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista matriculados em salas de aula comuns: saltou de 405.056 para 607.144.

Em escolas regulares, ainda que haja oportunidades de socialização com demais crianças, especialistas afirmam que, se não tiverem a devida assistência, os pequenos com TEA podem sofrer com falta de adaptação ao ritmo de ensino e bullying, fatos que podem levar à evasão escolar e até a depressão.

Diante desse cenário, Cleyton acredita que levar informação sobre autismo através do teatro pode ajudar pessoas com TEA em Pernambuco a terem mais qualidade de vida. "Queremos fomentar pensamento crítico e reflexão nos espectadores, para que eles conheçam os sintomas do autismo e se tornem possíveis agentes de transformação".

SERVIÇO:

Estreia do espetáculo "Hélio, o balão que não consegue voar"

Terça-feira, 21 de maio de 2024, às 14h

Teatro Marco Camarotti - Sesc Santo Amaro

(R. Treze de Maio, 455 - Santo Amaro)

Ingressos: R$ 30 inteira / R$ 15 meia

Venda antecipada: https://www.even3.com.br/tickets/get/palco-giratorio-helio-o-balao-que-nao-consegue-voar?even3_orig=get_tickets

Mais informações: https://palcogiratorio.sescpe.com.br/