Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

História de Luiz Gonzaga chega ao Cine Teatro Samuel Campelo

Equipamento cultural no Jaboatão dos Guararapes sedia o espetáculo “Cordel Operístico Lua Alegria”, nesta quinta-feira (25), às 19h30

Há 35 dias — Por Portal Tamandaré Web

Será nesta quinta-feira (25) a última apresentação do “Cordel Operístico Lua Alegria” na Região Metropolitana do Recife pela temporada do Janeiro de Grandes Espetáculos. A circulação do projeto acontece em parceria com o Sesc Pernambuco e incentivo do Funcultura.

Será nesta quinta-feira (25) a última apresentação do “Cordel Operístico Lua Alegria” na Região Metropolitana do Recife pela temporada do Janeiro de Grandes Espetáculos. A circulação do projeto acontece em parceria com o Sesc Pernambuco e incentivo do Funcultura.

O espetáculo estará no Cine Teatro Samuel Campelo, na praça Nossa Senhora do Rosário, 510, no município do Jaboatão dos Guararapes. Durante aproximadamente uma hora e dividido em três atos, o Cordel relembra a vida e obra de Luiz Gonzaga, em uma criação do poeta, pesquisador e cantador Paulo Matricó.

“A gente precisa falar sempre de Luiz Gonzaga. Ele é eterno pela sua representatividade cultural, importância na música, legado das obras e das parcerias que perduram”, defende Paulo. Nascido em Tabira, ele compartilha com o Velho Lua as raízes sertanejas e a forma de enaltecer e contar a vida e costumes das pessoas de forma simples e popular. Gonzaga, com a música e Paulo, com o cordel.

E foi por meio desta linguagem literária que Paulo decidiu homenagear o cantor. Primeiro, com a produção de um cordel, que foi publicado em livro na primeira bienal do livro de Brasília em 2012. Depois, com a transformação da obra em um espetáculo, que é dirigido por Luiz Manuel, com produção geral de Pedro Castro.

No palco, voz, sanfona, violoncelo, viola, percussão e flauta acompanham a narrativa, que, por vezes, se conectam a algumas das mais conhecidas músicas cantadas por Gonzaga. Além de Paulo Matricó e Elis Mariana, sua filha, como intérpretes, mais cinco músicos compõem a peça, que aposta nas projeções de xilogravuras e imagens como cenário.

Sobre Paulo Matricó: Poeta e cantador de Tabira, Sertão de Pernambuco. Lançou os CDs Outro Verso (com Manassés de Sousa), Junho Também, Em Cantoria (também espetáculo), Maria Pereira (ritmos brasileiros e pop europeu), Forrozeio (concerto), Paulo Matricó em Canto do Sertão, Matricó no Pé de Serra, Claro – O Coração no Cerrado (com Ocelo Mendonça, Genaro e Dércio Marques em DVD) e Lavradores. Realizou turnê em 30 cidades alemãs, em Birgminghem (Inglaterra), no Café Hann, em Koblenz e Harmonie (Bonn), transmitido pela TV alemã SWR e representou o Brasil na Espanha com concertos e ministrando oficinas de forró. No Brasil, participou do Projeto Seis e Meia, com Xangai. Lançou o livro-cordel Luiz Lua Alegria. Participou do Programa SR BRASIL, do Rolando Boldrin. Produziu o Espetáculo Cordel Operístico Lua Alegria, na Sala Funarte. No Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo fez turnê pelo Projeto Dandô (vencedor do Prêmio Brasil Criativo – MINC). Produziu o espetáculo Ópera Cordelista Lua Alegria, pelo FUNCULTURA | PE. Transmissão do Especial do DVD CLARO CORAÇÃO DO SERRADO, pela TV Universitária. A Rede Globo Nordeste apresentou o especial ÓPERA CORDELISTA LUA ALEGRIA na grade da emissora. Atualmente, Paulo Matricó faz ponte artística em cidades da Europa, sendo uma forte referência no cenário musical, presença em importantes palcos e festivais do Recife, Caruaru, Gravatá, Garanhuns e Circuito do Frio.

Programação – “Cordel Operístico Lua Alegria”

25/01: Cine Teatro Samuel Campelo

19h30 - espetáculo

Endereço: Praça Nossa Sra. do Rosário, 510 – Centro, Jaboatão dos Guararapes 

Entrada: R$ 15 inteira; R$ 8 meia-entrada