Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

Prefeitura do Recife entrega vias beneficiadas pelo Programa Rua Tinindo

As ruas Rio Jordão, Rio Bonito, e Rio Ipojuca, no Ipsep, receberam nova pavimentação e drenagem em um investimento de R$ 3,1 milhões

Há 22 dias — Por Portal Tamandaré Web

O prefeito do Recife, João Campos, entregou neste sábado (03) mais três obras de pavimentação e drenagem concluídas do Programa Rua Tinindo, desta vez no bairro do Ipsep. As intervenções foram executadas pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) nas ruas Rio Jordão, Rio Bonito e Rio Ipojuca, e melhoraram as condições de circulação tanto de veículos quanto de pessoas, além do sistema de escoamento de águas das chuvas.

O prefeito do Recife, João Campos, entregou neste sábado (03) mais três obras de pavimentação e drenagem concluídas do Programa Rua Tinindo, desta vez no bairro do Ipsep. As intervenções foram executadas pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) nas ruas Rio Jordão, Rio Bonito e Rio Ipojuca, e melhoraram as condições de circulação tanto de veículos quanto de pessoas, além do sistema de escoamento de águas das chuvas.

Foto: Wagner Ramos/ Prefeitura do Recife

"A gente poder, no mesmo dia, inaugurar as ruas Rio Jordão, Rio Bonito, Rio Ipojuca, não é uma tarefa fácil, nem a gente faria isso se estivesse sozinho. Então eu quero aqui agradecer a todo mundo que está aqui, principalmente os moradores que estão aqui há 40, 50, 60 anos, esperando por essa obra. Nós temos um plano de investimentos muito grande no bairro IPSEP, porque o desafio da drenagem aqui é muito grande e não tem solução fácil para problema difícil", afirmou João Campos.

As obras do Programa Rua Tinindo vão beneficiar cerca de 150 vias nos próximos dois anos, um investimento de cerca de R$ 150 milhões. Já foram concluídas 45 ruas e iniciados os serviços de pavimentação e drenagem em 30 vias distribuídas nas seis RPAs da cidade, melhorando as condições de tráfego e levando mais conforto, dignidade e qualidade de vida para moradores e condutores. Outras 10 ruas já estão com o início de obras programado.

Na Rua Rio Jordão, o trecho contemplado possui uma extensão de 180 metros em linha reta e a pavimentação foi executada em asfalto, numa área de 1.180,79 m². A drenagem conta agora com a implantação de 224,48 metros de tubulação e 16 caixas de ligação. Também foram implantados 419,41 metros de meio fio e 885,32 m² de passeios em piso intertravado. A intervenção teve um investimento de R$ 757.924,24.

Foto: Wagner Ramos/ Prefeitura do Recife

O empresário Bruno Ferreira, 27 anos, aprovou a transformação da rua onde mora há dois anos, a Rio Jordão. "Vivo no IPSEP desde que nasci e estou nesta rua há dois anos, com a minha esposa e meu filho. Aqui tinha muitos buracos, havia alagamentos e água entrava nas casas. Com a pavimentação e com a drenagem, resolveu isso. Foi perfeito", disse ele.

Já a Rua Rio Bonito recebeu um investimento total de R$ 838.264,46. O trecho contemplado possui uma extensão de aproximadamente 220 metros em linha reta e a pavimentação foi executada em asfalto, numa área de 1.510,67 m². Os passeios foram feitos em uma área de 1.289,34 m² em piso intertravado e foram implantados 475,73 m de meio fio. Já a rede de drenagem contou com a implantação de 175,61 metros de tubulação e 13 caixas de ligação.

De acordo com a servidora pública Jani Albuquerque, 63 anos, as calçadas e a Rua Rio Bonito estão lindas e todo o ambiente está mais agradável: "Aqui era horrível, cheio de buracos na rua toda, três moradoras caíram aqui. Há 40 anos a gente lutava por isso, participamos de reuniões. Agora mudou tudo, graças a Deus e ao prefeito".

A Rua Rio Ipojuca recebeu nova pavimentação em asfalto em uma extensão de 380 metros, correspondendo a uma área total de 2.093,47 m². O investimento foi de R$ 1.583.445,57, que também custeou a implantação de 320,30 metros de tubulação de drenagem, 21 caixas de ligação, 810,43 m de extensão de meio fio e 2.021,36 m² de passeios em piso intertravado.

De acordo com Kátia Maria de Lima, 61 anos, a espera foi longa, mas a Rio Ipojuca foi totalmente transformada. "Moro aqui há 57 anos, me considero praticamente uma fundadora daqui, pois cheguei aos quatro anos de idade. Aqui era cheio de lama e de mato e as águas não escorriam. Para chegar uma ambulância, caso alguém precisasse de socorro, era uma dificuldade. Agora está ótimo, melhor não poderia ficar, o trabalho valorizou a rua, valorizou as casas", comentou ela.