Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

Governo do Estado realiza simulado de desastre

Ação coordenada pela Defesa Civil do Estado contou com integrantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, do Corpo de Bombeiros Militar e teve a participação ativa da população

Há 35 dias — Por Portal Tamandaré Web

Na manhã desta sexta-feira (17), o bairro Jardim Monte Verde, localizado em Jaboatão dos Guararapes, foi cenário do primeiro simulado de desastres. Realizado pela Secretaria de Defesa Social, através da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sepdec), a ação iniciou às 6h e teve a participação ativa dos populares para fazer com que o treinamento chegasse mais perto do real.

Na manhã desta sexta-feira (17), o bairro Jardim Monte Verde, localizado em Jaboatão dos Guararapes, foi cenário do primeiro simulado de desastres. Realizado pela Secretaria de Defesa Social, através da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sepdec), a ação iniciou às 6h e teve a participação ativa dos populares para fazer com que o treinamento chegasse mais perto do real.

De acordo com o secretário-executivo de Proteção e Defesa Civil do Estado, coronel BM Clóvis Ramalho, o primeiro simulado realizado, em parceria com a Sepdec, foi uma oportunidade de aprendizado e de aperfeiçoamento das ações desenvolvidas pelo Estado. "É um exercício completo de resposta a um desastre que envolve várias agências ao mesmo tempo. Todo o planejamento para este simulado vem sendo feito há vários meses juntamente com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar, do Grupamento Tático Aéreo (GTA), da Polícia Militar e da Defesa Civil de Jaboatão dos Guararapes", afirmou o coronel. "A população deve estar sempre atenta aos alertas informados pela Defesa Civil Municipal, pois eles detêm as informações necessárias para manter todos seguros", completou.

Para a simulação foram estabelecidos 23 pontos de riscos, nove rotas de fugas, um abrigo e cinco vítimas, sendo três homens e duas mulheres. O CBMPE participou com seis viaturas e 18 militares, sendo duas viaturas de comando, duas ambulâncias, duas viaturas de busca e salvamento, incluindo uma viatura com dois cães. Para o Diretor Integrado Metropolitano do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Augusto, o simulado vem coroar todo o planejamento efetuado para atuação na Operação Inverno 2024. "Desde janeiro, a Corporação trabalha no sentido de promover a melhor resposta à população em caso de algum evento adverso decorrente do período chuvoso em nosso Estado. Adquirimos equipamentos e viaturas, treinamos mais de 200 bombeiros só na Região Metropolitana do Recife, além de militares do Exército Brasileiro, profissionais do SAMU e de Prefeituras Municipais. Todo esse esforço visa a criação de protocolos de atuação em casos de desastres, fazendo com que os diversos órgãos que atuam no cenário realizem um trabalho coordenado e, consequentemente, o povo pernambucano tenha uma resposta eficaz", enfatizou.

Com participação no simulado, o GTA fez o resgate aéreo de uma vítima considerada a mais grave durante o treinamento. Ao todo foram aproximadamente 200 pessoas envolvidas, entre militares e civis, 55 veículos e a população local que participou no momento da evacuação da área de risco e ida para o abrigo que foi instalado. Também participaram representantes da Polícia Militar (PMPE), da Defesa Civil de Jaboatão dos Guararapes, da Guarda Civil Municipal, da Neoenergia e da Compesa. Presentes no simulado, as Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil da Região Metropolitana do Recife, do Agreste e da Zona da Mata Sul e Norte puderam ver na prática a ação de todos os agentes envolvidos, para prestar socorro às vítimas de um deslizamento de barreira.

CICCE – Em paralelo, no Centro Integrado de Comando e Controle Estadual, pontos focais, secretarias, órgãos do governo do Estado e forças armadas estavam reunidos. O objetivo era observar os desdobramentos do simulado em Jardim Monte Verde visando à tomada de decisões essenciais para melhor resposta ao desastre. "É um momento de integração importante para que cada um saiba o seu papel em um momento de desastre, e assim otimize a mobilização das forças e o resgate mais preciso possível", destacou o coronel BM Clóvis Ramalho.

SEDUH – A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) coordena os trabalhos de contenção de encostas e urbanização de Jardim Monte Verde. Uma obra orçada em R$ 60 milhões, sendo R$ 51 milhões para a obra, R$ 2 milhões para supervisão dos serviços e R$ 7 milhões para desapropriações. O objetivo é preparar a localidade para chuvas fortes, de forma a evitar novos desastres.

Os trabalhos em Jardim Monte Verde serão realizados em três frentes: Chapada do Araripe, Alto Santa Izabel e Alto do Parnaioca. A técnica a ser utilizada é a de enrocamento, que consiste na contenção de encostas com pedras argamassadas. Além de preservar a estabilidade dos maciços de terra, o revestimento rochoso será instalado com infraestrutura para canalização adequada das águas pluviais.

Presente ao simulado de desastre, o secretário-executivo de Desenvolvimento Urbano do Estado, Francisco Sena, informou que a equipe técnica do Estado vai trabalhar até terça (21) para analisar as propostas comerciais dos projetos de urbanização e encostas em Monte Verde. Logo após, será aberto o prazo de cinco dias para recursos e, finalmente, ser declarada a empresa vencedora da licitação. "O Estado quer iniciar as obras durante o mês de junho", disse.