Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

Recife está entre as capitais brasileiras mais promissoras do mundo, aponta pesquisa

Em 2023, a capital pernambucana se destacou, mais uma vez, na pesquisa anual publicada no início deste mês de janeiro pela Global Cities Report.

Há 46 dias — Por Portal Tamandaré Web

O Recife está entre as seis capitais brasileiras mais promissoras do mundo segundo a pesquisa da Global Cities Report, da consultoria global Kearney, referente ao ano de 2023
Foto: Internet

O Recife está entre as seis capitais brasileiras mais promissoras do mundo segundo a pesquisa da Global Cities Report, da consultoria global Kearney, referente ao ano de 2023 e anunciada no começo deste mês de janeiro. O estudo anual levou em consideração o desempenho atual e o potencial das cidades para atrair e reter investimentos, pessoas e ideias. O relatório indica a crescente distribuição geográfica das oportunidades, e o turismo é um dos alicerces desse desenvolvimento e das transformações sociais, geopolíticas e tecnológicas que influenciam as trajetórias das cidades.


O secretário de Turismo e Lazer do Recife, Antonio Coelho, sublinha que o prefeito João Campos vem trabalhando em políticas públicas que impulsionam essa cadeia produtiva, que promove um efeito cascata na geração de emprego e renda em diversas áreas da economia da capital.


Nessa trilha, de acordo com o secretário, a Prefeitura do Recife vem aprimorando e potencializando os atrativos locais. Um desses movimentos foi a aprovação de uma lei para incentivar a modernização do setor de hotelaria da capital pernambucana. Nesse compasso, o Executivo municipal vai conceder incentivo fiscal aos estabelecimentos hoteleiros, pousadas e hospedagens licenciados e em funcionamento no município, com redução de até 60% na alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), autorizando a redução a 2,05%, 3% ou 4%. Atualmente, incide sobre o setor a alíquota de 5%. Em contrapartida, as empresas terão que aplicar integralmente os recursos poupados em obras de melhorias nos respectivos estabelecimentos.


A construção da Orla Parque é mais uma grande aposta da Prefeitura do Recife. A proposta é transformar a orla da cidade, com extensão de 11 quilômetros, em um grande parque linear, integrando Boa Viagem e Pina à Brasília Teimosa. Formará, assim, um novo espaço de convivência da população e mais um relevante equipamento turístico, com centralidades temáticas, com banheiros reformados e construção de novos, 60 quiosques totalmente revitalizados, nova iluminação, dentre outras iniciativas.


Outra importante ação estruturante é o Programa Recentro. Um projeto cujo propósito é revitalizar o centro da cidade, impulsionando sua inovação e infraestrutura. A Prefeitura do Recife tem investido fortemente em requalificações, intervenções de drenagem, instalação de novo trecho da ciclofaixa, além de áreas de zeladoria, manutenção e arte urbana. Nesse esforço importante para reocupar o Centro, instituições e órgãos públicos foram atraídos para a região, tornando-a mais viva e dinâmica. Essas e outras iniciativas têm viabilizado um conjunto de investimentos públicos e privados na área central da cidade.


"O Recife é uma grande cidade e estamos trabalhando para seguir fazendo entregas importantes. Os esforços multidisciplinares são uma virtude da atual gestão municipal e uma das ferramentas que têm levado o Recife a enfrentar e vencer seus desafios. O réveillon é um exemplo dessa união e uma demonstração de que o Recife está recuperando a sua capacidade de fazer eventos de larga escala com organização. Eventos como o Virada Recife e o Carnaval representam grandes oportunidades econômicas para a cidade e para o recifense. Estou confiante de que os próximos meses serão ainda mais animadores", destacou o secretário Antonio Coelho.


Do Nordeste, além do Recife, Salvador também aparece no estudo anual; as demais capitais brasileiras foram São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. As capitais também apareceram na divulgação de anos anteriores.