Tamandaré Web 100% Jesus

Portal de notícias da Rádio Tamandaré

Chuvas: cidades do Sul e Sudeste contabilizam prejuízos.

Até o momento chegam a 12 os municípios em situação de emergência no Rio de Janeiro. No Rio Grande do Sul, cinco municípios ainda estão sem serviços de telefonia e internet, parcial ou integralmente, mas o serviço de água foi regularizado.

Há 152 dias — Por Portal Tamandaré Web

Até o momento chegam a 12 os municípios em situação de emergência no Rio de Janeiro. No Rio Grande do Sul, cinco municípios ainda estão sem serviços de telefonia e internet, parcial ou integralmente, mas o serviço de água foi regularizado.
Foto: Divulgação/Prefeitura de Poa

Rio Grande do Sul - Cerca de uma semana após o temporal que atingiu o o estado e deixou uma pessoa morta, cerca de 21 mil pontos seguem sem energia elétrica, de acordo com balanço divulgado pelo governo gaúcho.

Na última terça-feira (16), as chuvas e fortes ventos provocaram danos e ocorrências em ao menos 25 municípios gaúchos, com o registro de alagamentos, quedas de árvore e destelhamentos, por exemplo.

O óbito confirmado ocorreu em Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre. Um homem, cujo nome e idade não foram divulgados, foi atingido pela marquise de um supermercado que caiu devido à força dos ventos.

Os cortes de energia se espalharam pelo Rio Grande do Sul, chegando a deixar 1,314 milhão de clientes no escuro, durante o pico de desabastecimento. A interrupção no fornecimento de água atingiu 781 mil residências, enquanto 128 municípios ficaram sem serviços de telefonia e internet.

Em boletim divulgado às 12h desta segunda (22), o governo do estado afirmou haver 9.456 pontos sem energia elétrica na região metropolitana de Porto Alegre. Outros 11 mil pontos seguem sem luz no interior do estado. O abastecimento de água foi regularizado, segundo o governo gaúcho.

Na sexta-feira (19), o governo federal reconheceu situação de emergência na capital Porto Alegre e em outros 21 municípios gaúchos. A medida facilita a transferência de recursos e a ajuda da Defesa Civil nacional. 

Cidades do Rio de Janeiro atingidas pela chuvaFoto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Rio de Janeiro - O governo do estado homologou, em edição do Diário Oficial estadual desta segunda-feira (12), a situação de emergência de mais três cidades fluminenses após os temporais que atingem o estado há duas semanas. As regras facilitadas para a resposta aos temporais também passam a valer agora para Belford Roxo, Cardoso Moreira e Itaperuna.

Uma outra edição extra do Diário Oficial do estado deve ser publicada ainda nesta segunda-feira ampliando ainda mais o número de cidades, com a inclusão de Queimados, Japeri e Miguel Pereira.

Agora, chegam a 12 o número de municípios com a emergência homologada. Na sexta-feira (19), o governador Cláudio Castro já havia reconhecido a situação em São João de Meriti, Mesquita, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Nilópolis e na capital, Rio de Janeiro.

Na prática, a medida permite a aceleração das ações estaduais de resposta ao desastre e prevê a dispensa de realização de licitação para procedimentos emergenciais, como execução de obras, serviços e equipamentos para atendimento da situação emergencial. As prefeituras ainda precisam providenciar a complementação da documentação em até 15 dias.

Com informações da Agência Brasil